Caminhar nem sempre é fácil…

Em 11.05.2016   Arquivado em Pessoal


Decepções normalmente vem sempre das pessoas que amamos, ou que temos um certo apresso, nunca vem das pessoas que a gente não tem afinidade, porque dessas a gente nunca espera muita coisa mesmo não é?

Ai de repente no meio da tormenta você se pergunta se a decepção realmente existe, ou se não é nós que colocamos expectativas demais em cima do nosso próximo, esperando do outro uma atitude que você “acha” que ele (a) deve ter porque no fim essa atitude é a que você teria. Mas isso não seria enganar a sí mesmo? Talvez sim, tal não…

O fato é que você as vezes se dá conta que caminhar junto nem sempre é fácil, em teoria a gente se ilude no achismo de todos os dias “achando” que nosso amigo (a) só precisa de um empurrão, quando na verdade ele só quer ficar ali quietinho, no seu conforto íntimo na sua zona de segurança, enquanto você quer ser livre, almeja voar longe e subir num patamar que você acha que merece por esforço e dedicação porque nas suas mais intimas convicções sonha em melhorar em crescer com tudo que você pode, e acaba criando expectativas demais de que pode levar outra pessoa com você, quando na verdade ela tem que querer ir junto.

Aquelas encruzilhadas da vida que nos faz pensar e analisar o que será o amanhã?

Tem pessoas que só tem a cabeça no hoje, no que fazer agora… Mas deixam de pensar que o amanhã a Deus pertence, mas se você não plantar uma semente você nunca vai colher nada, porque Deus te dá a ferramenta, mas ele não vai vim aqui plantar para você!
Seria ingenuidade minha achar que a caminhada é longa, mas que você conta com aquele empurrão quando estiver cansada, as vezes um empurrão é mais importante do que um lugar pra sentar, porque o empurrão vai te dá impulso pra frente, e as vezes é só isso que a gente precisa….

Resenha: Os Sombras J.R Ward

Em 09.05.2016   Arquivado em Livros

Terminei dois livros da tia Ward essa semana O Rei e Os Sombras, porém vou colocar aqui as minhas impressões do último porque foi o que mais me chocou rs.
Livro: Os Sombras
Irmandade da Adaga Negra, Livro 13
J. R. Ward
ISBN-10: 9897413928
Ano: 2016 / Páginas: 820
Sipnose: Trez «Latimer», na realidade, não existe. E não, apenas, devido ao facto de ter sido criada esta identidade para que um Sombra pudesse agir na clandestinidade do mundo humano. Vendido, ainda criança, pelos seus progenitores à Rainha dos s’Hisbe, Trez escapou do Território e, durante anos, tem subsistido como proxeneta, em Caldwell, Nova Iorque – e sempre em fuga de um destino de servidão sexual. Nunca teve alguém em quem pudesse confiar plenamente… a não ser o seu irmão, iAm.
O único propósito de iAm sempre foi o de impedir que o seu irmão se autodestruísse – e ele sabe que falhou. Só quando a Escolhida Selena entra na vida de Trez, é que o macho começa a dar a volta por cima… mas, nessa altura, já é demasiado tarde. É chegado o momento de cumprir o compromisso de acasalar com a filha da Rainha e não há fuga, nem esconderijo, nem negociação possíveis.
Encurralado entre o seu coração e um destino que nunca quis, Trez tem de decidir se deve pôr-se a si próprio, e a outros, em perigo… ou abandonar, para sempre, a fêmea por quem está apaixonado. Mas eis que sucede uma tragédia inimaginável e tudo muda. Vendo-se perante um abismo emocional, Trez tem de encontrar uma razão para continuar a viver, ou correrá o risco de se perder, a si mesmo e à sua alma, para sempre. E iAm é forçado, em nome do amor fraterno, a fazer o derradeiro sacrifício…

Comentários da tia Anny….

Não é nada fácil resenhar os livros da IAM, cada um nos prende de forma absolutamente forte, os sentimentos sempre se misturam é uma confusão de amor e ódio e na maioria uma paixão avassaladora rsrs, quem ja leu algum entende do que estou falando.
Mas cara J.R Ward, seja franca nesse momento, precisa acabar com seus leitores dessa forma? Manda mais que eu to achando é pouco rsrs.
Quando terminei O Rei foi com um suspiro de alívio, mas nesse momento que termino Os Sombras estou literamente de luto, com os olhos inchados das lágrimas que derramei durante toda a estória. Trez eu te consolaria por toda a eternidade, como a tia Ward foi capaz de fazer isso com vc meu nego?
Agora sério, o livro tá muito bem escrito como qquer livro antes dele, eu acho incrível como a autora consegue desenvolver uma estória para cada personagem soltando pontos de um pra outro e depois juntando tudo de forma concreta.
Trez e Iam são irmãos gêmeos, que nasceram no Território do S’hisbe, e Trez é considerado o hungido devido a posição das estrelas na hora do seu nascimento tendo que se comprometer com a princesa, sendo um tipo macho alfa pra reprodução, Mas Trez não aceita esse destino e foge junto com seu irmão que é sim seu maior aliado.
Os dois acabam na mansão da Irmandade levando Trez a conhecer a Escolhida Selena e se apaixonar, coisa que ele nunca pensou que aconteceria. O amor dos dois é lindo….
Iam tbm cresce muito do decorrer da estória, ganha bastante força e eu espero que tenha um livro só dele, ele merece.
Se vc ainda não leu, então eu recomendo muito os livros da Irmandade nesse então, preparem-se para rir e chorar de uma forma alucinante, com essa estória de amor e superação.

Página 1 de 6012345... 60Próximo